fbpx

Artistas, mães e mulheres! – Especial dia das mães

Homenagem da Artluv à Mães Artistas

Sabemos bem que o amor de uma mãe por um filho é algo imensurável, que extravasa e é perceptível em qualquer ocasião.

Ainda mais quando se é uma mãe artista, na qual está em contato constante e direto com seus sentimento e emoções e expressando em suas obras.

Através desse novo olhar que a maternidade proporciona a essas artistas mães, um novo desafio é lançado! Conciliar a carreira com uma nova rotina na qual você é responsável por um ser tão indefeso e sensível que requer muita responsabilidade.

Mas, nenhuma mulher vai entender como é essa experiência até se tornar mãe. E quando se tornam, inicia-se um processo interminável de aprendizagem, adaptação e constante cuidado que ultrapassa barreiras.

Entendendo – não tão profundamente – esse processo de transformação para essas mulheres, convidamos algumas das nossas mães artistas a compartilharem um pouco mais dessa experiência da maternidade contando a relação da mesma com o processo de criação de suas artes:

No caso da artista Des.va, que está grávida de seu primeiro filho, o processo de transformação se deu através da necessidade em falar de amor em suas obras. Sua arte vem se concretizando de forma calma e com um apelo visual mais primitivo e ingênuo, retratando muito bem a gestação.

“…Quando você vira mãe, você passa a sentir um amor grandioso e incondicional, totalmente novo. Mas sabe também, que uma parte sua vai ser deixada pra trás. É um processo de renascimento muito forte que nós mulheres passamos. Todas essas transformações biológicas, mentais e emocionais têm me influenciado bastante a abordar temas como o amor imperfeito, ciclos, união e cura.

…Por meio dessa nova estrutura consegui entrar em contato com a simplicidade e a riqueza do mundo pueril de forma mais palpável, sentindo a mentalidade, o emocional e amor em sua forma mais pura. Indo mais profundamente, esse novo criar chega até a ser uma forma de me comunicar com a minha filha ainda dentro do ventre, e isso é muito maravilhoso.”

Conheça suas obras à venda:

Pequenos Olhos

Saiba mais →

Cabeça de Vento

Saiba mais →

A artista Fiamma Viola é mãe há 10 anos e desde então vem evoluindo o modo como concilia suas responsabilidades diárias da maternidade e a vida criativa.

“A maternidade é uma experiência impactante em muitos sentidos, nem sempre bela e plena, mas é um dos maiores aprendizados para a vida…

…No início, conseguir conciliar as responsabilidades e a rotina diária com a vida criativa era praticamente impossível, mas esse aprendizado foi evoluindo e entendi o quanto ter uma criança correndo pela casa poderia me inspirar e enriquecer meu processo criativo.

Hoje tenho uma pequena “assistente para assuntos criativos” que me presenteia todos os dias com histórias, desenhos e boas risadas.”

Conheça suas obras à venda:

 Bruxas incendiadas, Terra chamando! 

Saiba mais →

Inferno Astral

Saiba mais →

Para a artista Regiane Martinez, a experiência da maternidade foi anterior ao seu contato com a criação artística, dessa forma, são as lembranças, as emoções e as experiências vividas com seu filho que refletem em sua criação.

“A maternidade é pra mim a experiência do amor verdadeiro. Penso que somente sendo mãe é possível conhecer esse sentimento.

Em meio a todas as dificuldades da vida,  ser mãe, nos motiva a romper barreiras, a tentar ser melhor, a superar nossos próprios limites! É um amor incomparável e incondicional.”

“Eu não seria eu sem meu filho.  E também não seria quem sou hoje,  sem minha arte.

Ser mãe não é tarefa fácil. Ser artista também não. Nem tudo é glamour. 

Mas em ambos os casos, o que sei, é que ninguém disse que seria fácil, somente que valeria a pena.”  


Conheça suas obras à venda:

Quadro Abstrato

Saiba mais →

Podemos perceber através dessas mães artistas que o amor incomparável por seus filhos tem forte influência em seus trabalhos transparecendo suas diversas emoções vividas ao longo da maternidade.

Por isso, ser mãe é experimentar todas as sensações e sentimentos que evoluem ao longo do tempo e constrói a mãe que amamos ontem, hoje e sempre.

Esse dia é tão especial como todos os outros e cada um que tem o privilégio de ter uma mãe presente, saudável e companheira com certeza terá o melhor dos presentes da vida.

Isso vale não só para as mães biológicas mas para todas aquelas que de alguma forma utilizam seus dons maternais para cuidar, amar e proteger seres em desenvolvimento.

Mães são preocupadas, ouvintes, bravas – quando é preciso -, fazem o máximo por seus filhos e os protegem até o final das suas vidas.

Parabéns a todas as mamães! Que vocês continuem transbordando esse amor maravilhoso todos os dias!

Autora: Talita Ignacio

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário