fbpx

Tecnologia disruptiva no mundo da arte

Em tempos de pandemia, sair de casa é lucro, porém, olhando de um ponto de vista mais “seguro”, sair de casa “sem necessidade”, em tempos tão alarmantes como esse, é terrível, no mínimo. Então, diversas soluções diariamente partem de todos os cantos do planeta para levar praticidade, segurança, inovação, acessibilidade e entretenimento ao ser humano.

Conheça nossa Galeria de Arte Online.

Com o avanço da tecnologia, o mundo da arte está saindo de um grande monopólio e se tornando cada vez mais inclusivo. O que é ótimo para os iniciantes e com certeza melhor ainda para os amantes de arte.

Como abordamos aqui, em artigos anteriores, já temos artistas que utilizam de tecnologias um tanto quanto inusitadas para produzir obras de arte, como o japonês Tatsuo Horiuchi, de 77 anos, que produz obras de arte utilizando o Microsoft Excel. Não paramos por aí, pois, também temos artistas que são propriamente também inusitados, como os famosos algoritmos de inteligência artificial, que também estão produzindo obras de arte incríveis.

Existe uma ideia erroneamente promovida no mercado, de que os consumidores não comprarão arte sem experimentá-la pessoalmente, mas não vejo isso como uma opinião formada com base em dados e sim como uma falsa disseminação do ego em buscar tentar controlar o mercado de arte somente em galerias, como uma máfia artística. Mas como a internet chegou para quebrar barreiras e trazer a luz, assim como Prometeu trouxe o fogo aos humanos, as galeria de arte online, como a própria Artluv, estão florescendo rapidamente e novas ferramentas dessas plataformas, bem como diversas redes sociais, tornam mais fácil do que nunca, compradores em potencial, se aproximarem de obras de arte que podem estar do outro lado do mundo, com apenas um clique.

Correndo o risco de redundância, claramente que a pandemia mundial do novo coronavírus codi-19 tornou essas experiências consumo de arte mais inclusivas e acessíveis ainda mais essenciais. Mesmo pessoas que regularmente visitam museus e galerias mais tradicionais, agora buscam maneiras alternativas de fazer esse consumo de arte. 

Algumas tecnologias já começaram a impactar de maneira descomunal o mundo da arte e falaremos de parte delas nesse primeiro artigo, como Inteligência Artificial e a Realidade Virtual e Aumentada.

Inteligência artificial

1artluv-a-arte-e-o-oculto-galeria-de-arte-online

(imagem: pexels)

Uma das criações mais interessantes e curiosas, por parte dos seres humanos. Mas, focando em curadoria e criação de obras de arte, se torna mais ainda (pelo menos num blog de arte). Usando de redes neurais e machine learning (aprendizado de máquina), essas “máquinas” se tornam cada vez mais inteligentes ao ponto de artistas que já utilizam a IA como Jeff Koons, testar os limites possíveis e impossíveis que essas “ferramentas” podem chegar.

O próprio Jeff Koons, bem como Laura Owens já fazem o uso de IA há muito tempo.

2artluv-a-arte-e-o-oculto-galeria-de-arte-online

(imagem: época negócios)

Não tão, mas ainda recentemente, a Christie’s vendeu sua primeira peça de arte de IA leiloada – um rosto desfocado intitulado “Retrato de Edmond Belamy” – por $ 432.500. 

O quadro pintado por uma inteligência artificial foi vendido por quase R$ 1,6 milhão em um leilão em Nova York, nos Estados Unidos – um valor muito superior aos cerca de R$ 40 mil que eram esperados por ele.

A pintura é chamada “Retrato de Edmond Belamy” e foi criada por um algoritmo chamado Generative Adversarial Networks (GAN). O Edmond Belamy em questão não existe de verdade. Ele foi criado com base em um banco de dados feito a partir de 15 mil retratos pintados entre os séculos 14 e 20. O projeto foi idealizado por um coletivo francês chamado Obvious Art.

O algoritmo usado na criação da pintura funciona em duas frentes: a primeira, apelidada de “geradora”, “entende” como obras de arte são feitas para criar produções próprias. A outra parte do sistema, chamada “discriminadora”, analisa e aprimora a pintura até que as diferenças entre ela e uma feita por humanos seja quase imperceptível.

Além do “Portrait of Edmond Belamy”, a inteligência artificial pintou outros 11 quadros com outros membros da família fictícia Belamy com base no mesmo projeto do coletivo Obvious Art. As outras pinturas também serão vendidos. A expectativa para todos é que o valor seja cerca de R$ 40 mil.

Este evento levanta várias questões para a comunidade artística. O que a IA fará para promover a definição de arte no futuro? Quem deve receber o crédito por uma obra como a vendida na Christie’s? A máquina, as pessoas que a criaram e as pessoas que criaram as obras interpretadas pela máquina, todas têm um caso. O mundo da arte terá que lidar com essas questões nos próximos anos.

Quarentenas de coronavírus criaram públicos ávidos por qualquer forma de entretenimento doméstico. Algumas dessas pessoas descobriram AI Gahaku, um desenvolvedor japonês de chamado Sato, também conhecido como AI Gahuku, criou o aplicativo AI que transforma sua imagem em uma pintura renascentista. Isso causou uma febre total nas redes sociais, com todos animados para ver os resultados. E é aí que fica realmente divertido. Alguns dos remakes parecem meio errados, e muitos acham que “o aplicativo os sujou”. Vamos ver o que eles significam nos exemplos hilariantes abaixo.

3artluv-a-arte-e-o-oculto-galeria-de-arte-online
4artluv-a-arte-e-o-oculto-galeria-de-arte-online

(imagem: reprodução)

Criar arte a partir de selfies é empolgante, mas a maioria dos benefícios reais da IA ​​acontece nos bastidores. A IA capacita pesquisadores, profissionais e pessoas comuns a viverem suas vidas sem o esforço de pequenos inconvenientes. Algumas ferramentas aumentam as capacidades humanas além dos limites tradicionais. Ainda não se sabe como essas ferramentas impactarão o mundo da arte.

Realidade Aumentada e Virtual

5artluv-a-arte-e-o-oculto-galeria-de-arte-online

(imagem: pexels)

AR e VR já começaram a remodelar o mundo da arte e, em alguns casos, a própria arte.
Galerias de arte e museus já utilizam a realidade aumentada em seus espaços para fornecer uma maior experiência ao visitante, fornecendo certa forma de contexto sobre as obras em exposição ou mesmo, adicionando elementos dinâmicos e interativos durante o passeio.
A Apple se tornou um grande case dentro da revolução tecnológica, quando lançou uma bela colaboração experimental com o New Museum para criar uma experiência completamente diferente e, gratuita de caminhada pela arte em 7 grandes cidades.
Sobre a realidade virtual, é impossível não falar da imersão que ela proporciona aos amantes de arte. Por exemplo, à pouco tempo, o Louvre lançou “Mona Lisa: Beyond the Glass”, uma experiência de realidade virtual que permite aos visitantes descobrir a pintura de uma nova forma, que vai desde a textura da pintura, geralmente escondida atrás do vidro, até a maneira como ela envelhecido com o tempo. Não pode visitar o Louvre? O museu, como muitos outros hoje, oferece tours virtuais de exposições, para que os entusiastas da arte em todo o mundo possam vivenciar a icônica instituição sem nunca sair de casa e é disso que iremos tratar logo logo. Então, fique atento!

Diversas galerias e museus já oferecem passeios virtuais e de realidade aumentada. Para promover o distanciamento social, muitas das maiores coleções do mundo abriram suas portas virtuais ao público. Os amantes da arte podem experimentar a coleção de antiguidades egípcias no Louvre, fazer um tour pelo interior do Vaticano e explorar toda a coleção contemporânea do Guggenheim no conforto de suas casas em quarentena.

Reimaginando o mundo da arte

6artluv-a-arte-e-o-oculto-galeria-de-arte-online

(imagem: pexels)

É emocionante fazer parte dessa mudança de geração no mundo da arte. Conforme o mundo se abre para mais experiências digitais e mais pessoas encontram apetite e conforto com a compra de obras de arte exclusivas online, a tecnologia tornará ainda mais fácil para o mundo da arte crescer em novos mercados e desafiar o status quo.
As gerações mais jovens que cresceram rodeadas pelas tecnologias e agora estão entrando no mundo da arte não verão isso como evolução, mas como uma extensão natural do mundo que conhecem. Novas ferramentas aplicadas de forma inteligente, combinadas com curadoria humana e design de eventos envolvente, nos colocam em uma excelente posição para enfrentar os desafios e oportunidades do futuro da arte.

Artluv Experience

Capa2

Artluv Plataforma de Arte mais uma vez inova trazendo uma experiência completa, interativa e sem restrições, em um momento em que museus, galeria e feiras de arte estão fechados ou com acesso restrito.

 

Nesta primeira edição serão mais de 60 artistas e centenas de obras serão expostas e comercializadas, em uma experiência digital em 360º.

14aa

O Festival conta também com palestras de artistas, networking entre os participantes e um tour que será guiado por um atendente real durante o horário comercial e pelo avatar de uma artista muito famoso que fará hora extra para atender aos artistas e amantes de arte.

Guiado por Salvador Dalí

8C

(imagem: artluv experience)

A Artluv Experience conta com nada menos que o Salvador Dalí “em pessoa” virtualmente para fazer a Tour junto com você.

ARTLUV DESCENTRALIZANDO O MUNDO DA ARTE!

Disponibilizamos a criação de Galeria de Artista. Trata-se de um espaço onde novos artistas e artistas renomados podem expor suas obras de arte. Sem precisar entender de programação ou desenvolver um website.

Também ajudamos artistas através da nossa Mentoria Artística. Onde você poderá realizar sessões online com um de nossos artistas experientes e que também tem sua galeria de arte online criada na Artluv.

Conheça a nossa Galeria de Arte Online, os últimos eventos, exposições e veja as últimas notícias do blog – Art News!

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário