fbpx

Uma nova artista chamada: Inteligência Artificial

Você consegue dizer ou delimitar a fronteira entre nós, humanos e a Inteligência Artificial?

 

Conheça nossa Galeria de Arte Online.

1Um-novo-artista-chamado-Inteligência-Artificial_Página_1

(Pintura de crânio feita pelo artista Ronan Barrot foi usada para treinar inteligência artificial criada por Robbie Barrat)

A discussão sobre IA/AI (Inteligência Artificial | Artificial Intelligence) é uma discussão atual, porém, não é algo novo. Tenho certeza, ou melhor, quase certeza que você já se imaginou como a família dos Jetsons com uma empregada robô tipo a Rose, ou, deve ter ficado impressionado com a Robô Sophia, que foi a primeira robô com inteligência artificial a ganhar cidadania. Como expectador de tecnologia, posso dizer que é algo considerado impressionante/fantástico e ao mesmo tempo, temeroso, desde que a tecnologia literalmente começou a evoluir. Mas, não estamos aqui para falar de mim e sim de como a arte pode encarar isso.

Seria a arte um campo tão humano, que está isento de riscos?

Nos últimos anos, diversos artistas robôs começaram a surgir com obras completamente autorais, desde músicas, a pinturas, como a obra “Retrato de Edmond de de Belamy”, que foi vendida por U$432.500 pela casa de leilão Christie’s. Surpreendentemente, essa quantia recebida foi 40 vezes mais do que a casa esperava receber.

O obra de arte feita com IA foi desenvolvida por um software criado pela pesquisa  do estudante norte-americano Robbie Barrat.

2Um-novo-artista-chamado-Inteligência-Artificial_Página_1

(Retrato de Edmond de Belamy Imagem: Divulgação/ Christie’s)

Naturalmente, obras criadas por Barrat chamaram muita atenção.

Barrat tem uma coleção, ou, série de nudes, mas calma, não entendam errado. É realmente uma sério com mulheres nuas, mas são imagens deformadas e descritas por Robbie como surreais, com redemoinhos e embaraçadas. Uma dessas peças foi vendida por mais de R$80.000,00 e o proprietário atual colocou a peça a venda com um preço sugerido de R$ 50 milhões.

3Um-novo-artista-chamado-Inteligência-Artificial_Página_1

(Quadro de nu vendido por cerca de R$ 89 mil Imagem: Reprodução)

Olhando para essas obras, dificilmente conseguiremos segmentá-las, quando nos despimos de quaisquer tipos de preconceito. Afinal, elas são o resultado de fusão de estilos, do impressionismo, ao surrealismo, mas, também podem ser consideradas como um novo estilo que um dia todos iremos aprender a apreciar de bom grado.

A Inovação

4Um-novo-artista-chamado-Inteligência-Artificial_Página_1

(KING Cricket Soup, vendida por 20 ethers (US$ 4.520 ou aproximadamente R$ 23,7 mil – Imagem: Reprodução)

A aceitação da inovação, é um grande passo para que nós, humanos, possamos nos tornar companheiros dela, ou seja, usufruir de tudo o que ela pode nos oferecer. Pensando nisso, essa obra está sendo negociada não diretamente em dólares, ou reais, muito menos em euros, mas em Ether, que é uma criptomoeda ligada ao Etherium dentro de uma plataforma chamada SuperRare.

IA recria obras de artes famosas de séculos atrás

5Um-novo-artista-chamado-Inteligência-Artificial_Página_1

(Imagem reprodução: olhar digital)

Um artista russo deu vida a um sistema de IA que é capaz de criar ou recriar os rostos famosos de pinturas históricas, para dar vida aos “personagens” e demonstrar como seriam seus traços reais.

O artista e design ressaltou que a intenção do projeto é “aplicar redes neurais diferentes na tentativa de gerar rostos realistas de pessoas a partir de pinturas famosas” e que seus resultados são apenas uma estimativa de como as inspirações poderiam ter sidos e não uma “recriação” histórica dos quadros.

Abaixo, podemos ver um pouco sobre o processo e a recriação das novas versões das obras.

Os Limites

Voltando, como podemos falar de limite quando estamos falando de IA?

Quais os limites da IA? Quais os limites da arte? Quais os limites do ser humano na arte? Quais os limites da IA na arte?

É muito difícil falarmos de limites, quando chegamos na discussão que pode ou não, rivalizar humanos e máquinas, porém, isso fica mais difícil, quando não estamos tão focados em olhar tudo de uma forma clara e positiva, pensando racionalmente. Uma vez que o intuito real, é que ambos trabalhem juntos, para oferecer soluções fantásticas.

Quando falamos de arte, tentamos entender seus limites.

Uma recente pesquisa realizada na Europa, solicitou que 565 participantes avaliassem pinturas. Foram separados em dois grupos e foram apresentadas imagens criadas por humanos e por IA. Para um grupo, foi dito que todas as imagens eram criadas por humanos e, para o outro grupo, que todas eram criadas por IA. As apresentadas como criadas por IA tiveram avaliação pior, mesmo quando produzidas por humanos. As obras apresentadas como produzidas por humanos foram percebidas três vezes mais atrativas, bonitas, inovadoras e com maior significado.

E você?

O que pensa sobre isso?

O que pensa sobre a IA e a Arte?

Você, como amante de arte, está disposto a consumir arte feita por IA?

Você, artista, está disposto a dividir espaço com uma IA?

Conta pra gente!

ARTLUV DESCENTRALIZANDO O MUNDO DA ARTE!

Disponibilizamos a criação de Galeria de Artista. Trata-se de um espaço onde novos artistas e artistas renomados podem expor suas obras de arte. Sem precisar entender de programação ou desenvolver um website.

Também ajudamos artistas através da nossa Mentoria Artística. Onde você poderá realizar sessões online com um de nossos artistas experientes e que também tem sua galeria de arte online criada na Artluv.

Conheça a nossa Galeria de Arte Online, os últimos eventos, exposições e veja as últimas notícias do blog – Art News!

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário